Documento sem título
 
 
 
 
         
 
Documento sem título
FEDERAÇÃO
Funções
Missão
Base Territorial
Editais
Notícias
Informativos
Federação em Ação

Sindicatos Filiados

Convenções Coletivas

Circular de Reajuste

Benefícios

Dia das Crianças

Material Escolar

Dúvidas

Serviços Úteis

Disque Denúncia

Contato
 
 
 
Notícias
 
NotŪcia - 22/08/2022 - Jornada Parcial e os reflexos na aposentadoria de dom√©sticas
22/08/2022 - Jornada Parcial e os reflexos na aposentadoria de domésticas

A categoria dos dom√©sticos, historicamente falando, sofre com a informalidade. Muitos avan√ßos j√° foram conquistados, principalmente ap√≥s 2015, com a promulga√ß√£o da Lei Complementar n¬ļ 150, conhecida como PEC das Dom√©sticas.

Dentre as altera√ß√Ķes trazidas por esta lei, est√° a possibilidade de trabalho sob tempo reduzido, denominada jornada parcial. Esta op√ß√£o de jornada, representa uma condi√ß√£o muito vantajosa tanto para o empregador quanto para o empregado.

Se de um lado o custo benef√≠cio se mostra muito atrativo para o contratante, uma vez que reduz o sal√°rio e encargos em tempos de dificuldades econ√īmicas; o funcion√°rio tem seu posto de trabalho assegurado, evitando o desemprego.

Mas, existem vários pontos relacionados a esta modalidade que devem ser observados com cautela, para que ela não perca sua característica e se torne um contrato sob jornada comum.

Quando a jornada ser√° considerada parcial?

O empregador poderá ajustar a jornada de trabalho no limite de até 25 horas semanais para se enquadrar em regime parcial.

Como é o processo de contratação?

Na jornada parcial, a forma de contratação é a mesma da jornada comum, com a necessidade do registro em carteira profissional, contrato de trabalho e demais documentos pertinentes à contratação. O que difere nesta modalidade é a necessidade de constar em contrato de trabalho e CTPS a jornada escolhida, especificando o horário de trabalho, a fim de não exceder os limites previstos em lei.

√Č poss√≠vel a realiza√ß√£o de hora extra?

Sim, a hora extra pode ser realizada desde que o funcion√°rio n√£o exceda 6 (seis) horas di√°rias de trabalho.

Tenho que conceder intervalo?

Se a jornada for superior a 4 horas e de até 6 horas diárias é necessário conceder 15 minutos de intervalo. Para jornadas inferiores a 4 horas, o empregador está desobrigado de conceder intervalo.

H√° necessidade de controle de jornada?

Desde a promulga√ß√£o da PEC das Dom√©sticas, o controle de jornada tornou-se obrigat√≥rio. Neste caso, de jornada parcial, √© de suma import√Ęncia que os hor√°rios de trabalho sejam devidamente anotados, pois a falta do controle pode ensejar reclama√ß√£o trabalhista. Na justi√ßa do trabalho, as provas relacionadas √† jornada de trabalho s√£o produzidas pelo empregador, caso n√£o as possua, valer√° a alega√ß√£o do empregado.

Como funciona o regime de férias?

Primeiramente, para que se possa ter direito ao gozo das f√©rias, o empregado dom√©stico dever√° cumprir 12 meses de contrato de trabalho. Na jornada parcial, o c√°lculo dos dias de descanso s√£o proporcionais √† jornada efetuada. A Lei n¬ļ150/2015, elenca a seguinte tabela:

Dias de Direito / Jornada Semanal

- 18 dias / Jornada superior a 22 horas até 25 horas semanais;
- 16 dias / Jornada superior a 20 horas até 22 horas semanais;
- 14 dias / Jornada superior a 15 horas até 20 horas semanais;
- 12 dias / Jornada superior a 10 horas até 15 horas semanais;
- 10 dias / Jornada superior a 05 horas até 10 horas semanais;
- 08 dias / Jornada igual ou inferior a 5 horas semanais.

Como é calculado o salário do empregado?

O piso salarial do empregado doméstico segue o piso mínimo nacional, caso a localidade onde o contrato de trabalho for celebrado não tiver convenção coletiva da categoria em vigência. No entanto, no caso da jornada parcial, o valor do salário também segue a proporção de horas trabalhadas, sendo que, muitas vezes, o salário será menor que o salário mínimo nacional. Atenção: no momento do cálculo do salário proporcional o valor hora deve respeitar o piso da categoria.

Quais os encargos existentes na jornada parcial?

Os encargos são os mesmos de um contrato comum. O que difere neste caso, é que os valores serão menores, uma vez que são proporcionais ao salário. Abaixo, segue uma lista dos encargos a serem recolhidos através do Esocial:

‚ÄĘ INSS patronal ‚Äď 8%;
‚ÄĘ FGTS ‚Äď 8%
‚ÄĘ FGTS Compensat√≥rio ‚Äď 3,2%
‚ÄĘ GILRAT (acidente de trabalho) ‚Äď 0,8%

Jornada parcial da empregada doméstica e o INSS complementar

A Portaria 450/2020 e o Decreto 10.410/2020 estabeleceram que as contribui√ß√Ķes de funcion√°rio cujo sal√°rio for inferior ao sal√°rio m√≠nimo nacional (atualmente em R$1.100,00) n√£o ser√£o computadas para tempo de contribui√ß√£o.

Art. 28. A competência cujo recolhimento seja inferior à contribuição mínima mensal não será computada para nenhum fim, ou seja, para o cálculo do valor do benefício, para a carência, para a manutenção da qualidade de segurado, além do tempo de contribuição.

Como o salário, em casos de jornada parcial, poderá ser reduzido a valores que não atingem o mínimo nacional, vale alertar o trabalhador sobre os impactos que isto pode causar no tempo de contribuição para a aposentadoria. Para contabilizar essas competências, é necessário que o funcionário realize o pagamento de uma guia complementar junto ao INSS.

Diferente do recolhimento sobre a remuneração, que é de responsabilidade do empregador, este ficará sob responsabilidade do empregado. Portanto, ao verificar que sua remuneração é inferior ao salário mínimo, o empregado poderá complementar seu recolhimento previdenciário.

Como realizar o recolhimento complementar?

O recolhimento complementar deverá ser feito mediante DARF através de código específico, com utilização do CPF do contribuinte.

Diante disso, o c√≥digo de receita ser√° o 1872 - ‚ÄúComplemento de Contribui√ß√£o Previdenci√°ria - Recolhimento Mensal‚ÄĚ.

A Portaria INSS n¬į 230 de 2020 traz a correta forma de preenchimento do documento de arrecada√ß√£o, conforme a seguir:

Art. 5¬ļ O c√°lculo e a gera√ß√£o do DARF poder√£o ser realizados no Sicalcweb - Programa para C√°lculo e Impress√£o de Darf On Line, de gest√£o da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil, no endere√ßo eletr√īnico: sicalc.receita.economia.gov.br/

Ap√≥s acessar o s√≠tio eletr√īnico seguir os seguintes passos:

1. Utilizar o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf);

2. Preencher o n√ļmero do CPF e data de nascimento do segurado;

3. Utilizar o Código de Receita 1872;

4. Preencher o campo "Per√≠odo de Apura√ß√£o" com o √ļltimo dia do m√™s de compet√™ncia;

5. A data de vencimento é o dia 15 do mês seguinte ao da competência complementada (período de apuração);

6. O campo valor principal do DARF deverá ser preenchido pelo segurado com o valor resultante da subtração do salário-mínimo mensal e a remuneração recebida no mês, multiplicado pela alíquota vigente (7,5% para empregados domésticos).

Descomplique seu vínculo trabalhista

Regras claras e bem estipuladas entre os contratantes protege ambas as partes, cria um vínculo de segurança e tranquilidade para efetuar um contrato de trabalho.

Fonte: conexaodomestica.com.br
 
 
Documento sem título
Sede - São Paulo
Av. Casper Líbero, 383, 13° andar, sl 13c
Centro - São Paulo/SP
(Próx. a Estação da Luz)

Telefone:
(11) 3228-1390
 
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados