Documento sem título
 
 
         
 
Documento sem título
FEDERAÇÃO
Funções
Missão
Base Territorial
Editais
Notícias
Informativos
Federação em Ação

Sindicatos Filiados

Convenções Coletivas

Benefícios

Parceiros

Dúvidas

Serviços Úteis

Disque Denúncia

Contato
 
 
 
 
Notícias
 
Notícia - 03/07/2015 - Anúncio para debater racismo recruta negra para papel de doméstica no DF
03/07/2015 - Anúncio para debater racismo recruta negra para papel de doméstica no DF

Peça integra divulgação de evento sobre superação de desigualdade social. Festival Latinidades acontece em Brasília entre os dias 22 e 26 e julho.



Um festival de cinema que será realizado no final do mês em Brasília ganhou repercussão nas redes sociais ao elaborar um falso anúncio recrutando atrizes negras para interpretar o papel de empregada doméstica em um filme. Quem disca o número ouve uma gravação que revela a intenção dos organizadores de debater a questão racial e promover o evento.

Olá. O anúncio que você viu faz parte da campanha do Festival Latinidades. Se você teve interesse pelo papel, gostaríamos de te convidar para o festival, um evento que vai discutir o papel da mulher negra no cinema e na sociedade. Se você achou isso um absurdo, junte-se a nós e venha para o Latinidades, diz a gravação.

O evento acontece em Brasília desde 2008 para comemorar o Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, que é celebrado em 25 de julho. As atividades são orientadas por temáticas relacionadas à superação das desigualdades de gênero e raça. O acesso a toda a programação é gratuita.

Olá. O anúncio que você viu faz parte da campanha do Festival Latinidades. Se você teve interesse pelo papel, gostaríamos de te convidar para o festival, um evento que vai discutir o papel da mulher negra no cinema e na sociedade. Se você achou isso um absurdo, junte-se a nós e venha para o Latinidades

Gravação de anúncio para fomentar debate sobre racismo

Neste ano, o festival acontece de 22 a 26 de julho no Cine Brasília e terá como tema Cinema Negro. A ideia é debater o protagonismo e a representação das mulheres negras em filmes, colocando-as no centro do debate sobre políticas públicas para o audiovisual.

Produtoras, roteiristas, atrizes, editoras, dubladoras, câmera-woman – quantas conhecemos? Quantas estão no mercado? Afinal, o que é o cinema negro? Que cinema está sendo produzido na diáspora negra? Quais os circuitos onde é possível acessar esta produção? Como está representada a imagem da mulher negra no cinema? Como criar uma rede de circulação da produção cinematográfica/audiovisual produzida por pessoas negras, valorizando temas específicos e transversais?, questiona a organização.

Coordenadora de ações somativas do festival, Bruna Pereira diz que a organização está satisfeita com a repercussão do falso anúncio. Nós esperávamos levantar o debate. Essa é a primeira fase da campanha e, nesse aspecto, a gente acredita que atingiu o objetivo. A partir disso, queremos problematizar esse engessamento das mulheres negras como empregada doméstica, como escrava.

O grupo prevê novas ações para os próximos dias. Bruna diz que ainda não é possível saber quantas pessoas viram o anúncio e quantas fizeram a ligação, mas a expectativa é que o evento tenha lotação máxima na maior parte dos dias – o Cine Brasília tem cerca de 600 lugares.

Acho que a revolta vem em um processo muito forte de denúncia de episódios de racismo e discriminação racial na sociedade brasileira. Se diz muito que o racismo no Brasil é velado e que os próprios negros se discriminam, mas acho que isso cai por terra, porque a gente vê que qualquer tipo de ação discriminatória é rapidamente criticada conclui.
Fonte: G1
 
 
Documento sem título
Sede - São Paulo
Av. Casper Líbero, 383, 13° andar, sl 13c
Centro - São Paulo/SP
(Próx. a Estação da Luz)

Telefone:
(11) 3228-1390
 
Sub Sede - Campinas:
Rua Visconde do Rio Branco, 301 - Ed Liberdade
5º Andar - Conj 501 - Sala 02
Centro - Campinas/SP

Telefone:
(19) 3232-0956
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados