Documento sem título
 
 
         
 
Documento sem título
FEDERAÇÃO
Funções
Missão
Base Territorial
Editais
Notícias
Informativos
Federação em Ação

Sindicatos Filiados

Convenções Coletivas

Benefícios

Parceiros

Dúvidas

Serviços Úteis

Disque Denúncia

Contato
 
 
 
 
Notícias
 
NotŪcia - 12/12/2017 - SAL√ĀRIO E REMUNERA√á√ÉO: QUAL A DIFEREN√áA?
12/12/2017 - SAL√ĀRIO E REMUNERA√á√ÉO: QUAL A DIFEREN√áA?

Contratar uma pessoa para cuidar das atividades domésticas é essencial para qualquer um que deseja se dedicar à vida profissional. Além disso, também será assegurado um tempo para lazer, se dedicar à família ou aos estudos.


Contudo, diversas quest√Ķes legais devem ser observadas. Uma delas √© quanto √† composi√ß√£o do sal√°rio da empregada dom√©stica. Nesse sentido, existem detalhes important√≠ssimos que muitos empregadores ainda desconhecem.


Preparamos este post especial com o que você precisa saber sobre a remuneração da sua empregada doméstica. Acompanhe!


Sal√°rio

O salário é a contraprestação devida à empregada pelos seus serviços, consistindo no valor mínimo que é pago mensalmente a ela.

O salário mínimo para empregadas domésticas pode variar de um Estado para outro, sendo que alguns Estados utilizam o mínimo nacional.


Remuneração

A remunera√ß√£o consiste na soma do sal√°rio e as demais vantagens ou direitos acrescidos sobre o sal√°rio m√≠nimo, incluindo adicionais de periculosidade ou insalubridade, comiss√Ķes, gratifica√ß√Ķes, horas extras, entre outras verbas.


Ou seja, é o total bruto devido antes de efetuar os descontos devidos.


Confira a seguir quais são os principais componentes da remuneração e como eles são calculados para o eSocial.


Verbas remuneratórias

Verbas remunerat√≥rias s√£o aquelas com a qual se retribui pelo servi√ßo prestado, tais como sal√°rio, hora-extra, adicional noturno, adicionais de insalubridade ou periculosidade, gratifica√ß√Ķes, etc.

Sobre essas verbas incidem FGTS e INSS, bem como os demais encargos, como o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF). Essas verbas tamb√©m tem reflexo no c√°lculo do repouso remunerado, 13¬ļ sal√°rio e f√©rias, e comp√Ķem o custo da sua empregada.


O empregador precisar estar muito atento ao cálculo, seja na época própria ou numa eventual demissão, pois a ferramenta do eSocial não faz o cálculo correto, como explicaremos adiante.


Verbas indenizatórias

Verbas indenizatórias são aquelas que visam reparar o trabalhador alguma desvantagem ou dano, sem que tenha havida uma contraprestação de serviço, como por exemplo, alimentação, deslocamento até o trabalho, etc.


Por exemplo, o vale-transporte é uma indenização, ou seja, uma reposição do gasto que o funcionário tem para chegar ao trabalho.


Estas verbas n√£o comp√Ķem a remunera√ß√£o do trabalhador, e portanto n√£o incidem encargos como FGTS e INSS, nem entram no c√°lculo do13¬ļ sal√°rio, f√©rias, nem rescis√£o.


Reflexos da remuneração variável

A import√Ęncia na determina√ß√£o da natureza jur√≠dica dos valores que comp√Ķe a remunera√ß√£o se d√° em virtude da diferen√ßa nos reflexos que as verbas de natureza remunerat√≥ria e indenizat√≥ria possuem.


Tais reflexos dizem respeito principalmente √† incid√™ncia de contribui√ß√Ķes sociais como o INSS, recolhimento de FGTS e imposto de renda.


Refletem tamb√©m nos c√°lculos de 13¬ļ sal√°rio, f√©rias e rescis√£o. Assim sendo, de forma geral, as verbas que possuem cunho remunerat√≥rio receber√£o tais reflexos, ao contr√°rio do que acontece com as verbas indenizat√≥rias.


Para fins de c√°lculo de 13¬ļ sal√°rio e f√©rias, por exemplo, a hora-extra e o adicional noturno s√£o considerados remunera√ß√£o vari√°vel e devem ser calculados levando-se em considera√ß√£o a m√©dia do per√≠odo-base, que geralmente √© de 12 meses ou menos.


F√©rias e 13¬ļ Sal√°rio

Vamos a um exemplo pr√°tico, e simplificado para fins did√°ticos:


Uma empregada doméstica trabalhou de outubro a dezembro para um mesmo empregador, percebendo como salário contratual o valor de R$ 1.000,00.


Nesse período ela recebeu os seguintes valores a título de hora-extra: R$ 100,00 em outubro; R$ 150,00 em novembro; R$ 50,00 em dezembro.


Nesse caso, o cálculo do 13ª salário desse período deve ser feito da seguinte forma:


((Sal√°rio contratual / 12) * 3) + ((m√©dia da remunera√ß√£o vari√°vel / 12) * 3) = valor do 13¬ļ sal√°rio integral.


((R$ 1.000,00 / 12)*3) + (((R$ 100,00 + R$ 150,00 + R$ 50,00) / 3) / 12 )* 3 = R$ 250,00 + R$ 25,00 = 13¬ļ sal√°rio : R$ 275,00.


E é aí que entra o ALERTA: como a ferramenta do eSocial não faz esse cálculo de médias automaticamente, o empregador deve fazê-lo e lançá-lo manualmente.


√Č necess√°rio considerar ainda o reflexo das horas-extras no repouso remunerado, que no exemplo acima n√£o foi mencionado para facilitar o entendimento.

Fonte: Doméstica Contábil
 
 
Documento sem título
Sede - São Paulo
Av. Casper Líbero, 383, 13° andar, sl 13c
Centro - São Paulo/SP
(Próx. a Estação da Luz)

Telefone:
(11) 3228-1390
 
Sub Sede - Campinas:
Rua Visconde do Rio Branco, 301 - Ed Liberdade
5º Andar - Conj 501 - Sala 02
Centro - Campinas/SP

Telefone:
(19) 3232-0956
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados