Documento sem título
 
 
         
 
Documento sem título
FEDERAÇÃO
Funções
Missão
Base Territorial
Editais
Notícias
Informativos
Federação em Ação

Sindicatos Filiados

Convenções Coletivas

Circular de Reajuste

Benefícios

Parceiros

Dúvidas

Serviços Úteis

Disque Denúncia

Contato
 
 
 
Notícias
 
Notícia - 10/02/2015 - Mulher de Hong Kong é condenada por escravizar empregada doméstica
10/02/2015 - Mulher de Hong Kong é condenada por escravizar empregada doméstica

Uma mulher de Hong Kong foi condenada nesta terça-feira (10) por escravizar e agredir uma empregada doméstica originária da Indonésia, cujo calvário provocou grande comoção na ex-colônia britânica.
A juíza Amanda Woodcock manteve 18 das 20 acusações contra Law-Tung Wan, uma mãe de 44 anos, incluindo agressões corporais graves e ameaças contra Erwiana Sulistyaningsih, sua ex-empregada de 23 anos.
Lei-Tung Wang, que pode pegar até sete anos de prisão, foi presa no final da audiência e terá sua pena revelada em 27 de fevereiro.
"Estou muito feliz", declarou Erwiana Sulistyaningsih, vestindo uma camisa estampada com uma foto de si mesma e a palavra justiça.
"Tenho certeza que ela disse a verdade", afirmou, por sua vez, a juíza Woodcock, ao basear sua decisão principalmente no confronto das duas mulheres.
Durante o julgamento, Erwiana Sulistyaningsih contou detalhadamente as torturas sofridas durante meses e explicou que tinha sido alimentada apenas com pão e arroz.
Erwiana Sulistyaningsih relatou ainda que em uma ocasião perdeu a consciência devido a uma surra e que só conseguia dormir quatro horas por dia.
Erwiana conseguiu escapar em janeiro de 2014, depois de oito meses de violência, e foi hospitalizada por um mês em estado grave em Sragen, na ilha indonésia de Java.
O caso teve repercussões diplomáticas, quando o ex-presidente da Indonésia Susilo Bambang Yudhoyono telefonou a Erwiana para dizer que "faria justiça".
O caso de Erwiana expôs os abusos sofridos muitos trabalhadores domésticos.
Em Hong Kong existem 300.000 trabalhadores domésticos, em sua maioria originários da Indonésia e Filipinas.
Os empregados ganham 300 dólares por mês e desfrutam de alguns dias de férias por ano.

Fonte: Globo.com
 
 
Documento sem título
Sede - São Paulo
Av. Casper Líbero, 383, 13° andar, sl 13c
Centro - São Paulo/SP
(Próx. a Estação da Luz)

Telefone:
(11) 3228-1390
 
Sub Sede - Campinas:
Rua Visconde do Rio Branco, 301 - Ed Liberdade
5º Andar - Conj 501 - Sala 02
Centro - Campinas/SP

Telefone:
(19) 3232-0956
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados