Documento sem título
 
 
         
 
Documento sem título
FEDERAÇÃO
Funções
Missão
Base Territorial
Editais
Notícias
Informativos
Federação em Ação

Sindicatos Filiados

Convenções Coletivas

Circular de Reajuste

Benefícios

Parceiros

Dúvidas

Serviços Úteis

Disque Denúncia

Contato
 
 
 
Notícias
 
NotŪcia - 20/07/2016 - Veja quando √© preciso fazer a homologa√ß√£o da demiss√£o da empregada
20/07/2016 - Veja quando é preciso fazer a homologação da demissão da empregada

Rescisão de trabalhadores que tenham permanecido no mínimo um ano na mesma casa, em cidades com sindicato da categoria reconhecido pelo MTE, precisam homologar o encerramento do contrato
homologação
A homologa√ß√£o da demiss√£o do empregado dom√©stico √© obrigat√≥ria apenas nas cidades em que houver sindicato da categoria reconhecido pelo MTE (Minist√©rio do Trabalho e Emprego). Nestes casos, a homologa√ß√£o obedecer√° todas regras existentes na Instru√ß√£o Normativa SRT n¬ļ 15 de 14/07/2010. A Instru√ß√£o Normativa em quest√£o, estabelece procedimentos para assist√™ncia e homologa√ß√£o na rescis√£o de contrato de trabalho.

Nas cidades em que n√£o existe sindicato, reconhecido oficialmente pelo Minist√©rio do Trabalho, para encerrar o v√≠nculo de emprego dom√©stico o empregador n√£o precisar√° homologar, bastando o fornecimento do Termo de Rescis√£o de Contrato de Trabalho. A exce√ß√£o est√° detalhada no artigo 5¬ļ da Instru√ß√£o Normativa.

‚ÄúArt. 5¬ļ N√£o √© devida a assist√™ncia na rescis√£o de contrato de trabalho em que s√£o partes a Uni√£o, os estados, os munic√≠pios, suas autarquias e funda√ß√Ķes de direito p√ļblico, empregador dom√©stico, ainda que optante do Fundo de Garantia do Tempo de Servi√ßo ‚Äď FGTS‚ÄĚ

O texto é anterior à sanção da Lei Complementar 150, que entre outros direitos, tornou obrigatório o depósito do Fundo de Garantia para os empregados domésticos. O artigo deixa claro, no entanto, que o fato do empregador pagar o FGTS não gera obrigatoriedade de homologação da demissão.

Sendo assim, n√£o deve existir nenhum tipo de empecilho legal na Caixa Econ√īmica Federal, para que o empregado fa√ßa o saque do seu Fundo de Garantia, por motivo de demiss√£o sem justa causa por parte do empregador. O trabalhador dever√° apresentar o termo de Rescis√£o de Contrato de Trabalho e termo de quita√ß√£o, nas cidades em que a homologa√ß√£o n√£o √© obrigat√≥ria, ou o termo de Homologa√ß√£o, quando o procedimento √© obrigat√≥rio.



Homologação nas cidades que possuem sindicato reconhecido pelo MTE

Nestas localidades, a homologação da demissão é indispensável quando o empregado tiver um ano ou mais de trabalho para o mesmo empregador, vale lembrar que o aviso prévio conta como tempo trabalhado. Sendo assim, o empregado que tiver pedido demissão ou sido demitido, com 11 meses de casa, mas ainda cumprir o aviso-prévio trabalhado, contará como tendo trabalhado 1 ano. Quando o empregado for dar entrada em sua aposentadoria a homologação também será necessária.

Para efetuar a homologação, o empregador deverá fornecer os dados relativos ao contrato de trabalho ao sistema Homolognet, disponível no portal do MTE, na internet em: http://homolognet.mte.gov.br/homolognet/login.seam

√Č necess√°rio verificar com o MTE local se existe a necessidade de agendamento.

O comparecimento do empregado e do empregador presencialmente no dia da homologação é indispensável. Ambas as partes podem estabelecer procuradores legais para os representarem no dia. Para o empregador, a exigência é de que o procurador seja legalmente designado e tenha em sua posse uma carta de preposição em que conste referência à rescisão a ser homologada e os poderes para a assinatura dos documentos. Já no caso do empregado, o procurador deve ser legalmente instituído por procuração com firma reconhecida em cartório, com poderes expressos para receber e dar quitação.

Cliente Doméstica Legal, se na sua cidade houver sindicato reconhecido pelo Ministério do Trabalho você deverá emitir o termo de homologação em nosso sistema quando fizer o desligamento de seu trabalhador doméstico. Preparamos um passo a passo para orientá-lo nesta tarefa.



Veja as cidades em que existem sindicatos oficiais do emprego doméstico

Regi√Ķes atendidas pelo Sedcar

Sindoméstica Jundiaí
Sindicato das Empregadas e Trabalhadores Domésticos de Jundiaí e Região
Rua Rangel Pestana, 600, Centro
Jundiai ‚Äď S√£o Paulo
TEL.: 11 4586-9780
contato@sindomesticajundiai.com.br
atendimento@sindomesticajundiai.com.br
www.sindomesticajundiai.com.br

Sindoméstica Araraquara
Sindicato das Empregadas e Trabalhadores Domésticos de Araraquara e Região
Av. Crist√≥v√£o Colombo, n¬ļ 491 ‚Äď Centro
Araraquara ‚Äď S√£o Paulo
CEP: 14.801-200

Sindoméstica Sorocaba
Sindicato das Empregadas e Trabalhadores Domésticos de Sorocaba e Região
Rua S√£o Bento, 15, Sala 06, Centro
Sorocaba ‚Äď S√£o Paulo
TEL.: 15 3346-4237
contato@sindomesticasorocaba.com.br
atendimento@sindomesticasorocaba.com.br
www.sindomesticasorocaba.com.br

Sindoméstica Araçatuba e Região
Sindicato dos Trabalhadores Domésticos de Araçatuba e Região
Rua Bol√≠via, 1.104 ‚Äď Centro
Ara√ßatuba ‚Äď S√£o Paulo
CEP 16072-455

Lista de municípios atendidos pelo SINDoméstica SP

Aruj√°
Baruerí
Biritiba-Mirim
Carapicuíba
Cotia
Embu
Emb√ļ-Gua√ßu
Ferraz de Vasconcelos
Guararema
Guarulhos
Itaquaquecetuba
Itapecerica da Serra
Itapeví
Itapeva
Itaporanga
Itararé
Itatiba
Itatinga
Jandira
Juquitiba
Mogi das Cruzes
Mairipor√£
Osasco
Po√°
Salesópolis
Santa Isabel
Santana de Parnaíba
Suzano
São Lourenço da Serra
Tabo√£o da Serra
Tabuí
Tajaí
Vargem Grande Paulista


Situa√ß√Ķes que impedem a homologa√ß√£o

De acordo com a Instrução Normativa, a homologação estará impedida nos casos a seguir:

Quando o empregador encerrar o vínculo empregatício durante período de estabilidade do empregado por motivos de: gravidez da empregada (desde o momento da confirmação da gestação até cinco meses após o parto)
Candidatura do empregado a cargo de direção ou representação sindical
Demais garantias de emprego decorrentes de lei, convenção ou acordo coletivo de trabalho ou sentença normativa.


Pagamento das verbas rescisórias

O empregado tem direito a receber todas as verbas rescisórias dentro dos prazos previstos pela legislação para os casos de aviso-prévio indenizado e aviso-prévio trabalhado. Caso a data da homologação seja agendada ainda em tempo hábil para o pagamento das verbas, o empregador poderá optar por quitar os valores no ato da homologação.

Veja os detalhes dos prazos para pagamento das verbas rescisórias do trabalhador em cada tipo de aviso-prévio.

Fonte: Doméstica Legal
 
 
Documento sem título
Sede - São Paulo
Av. Casper Líbero, 383, 13° andar, sl 13c
Centro - São Paulo/SP
(Próx. a Estação da Luz)

Telefone:
(11) 3228-1390
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados